Webinar de engenharia reversa no Rhino

A Novedge publicou o vídeo do Webinar que promoveram sobre engenharia reversa com o Rhino e o Plug-in Mesh2Surface, que permite converter em Surface para manufatura qualquer Mesh escaneado, esculpido ou modelado.

Ver notícia

Por: Adminin  

Em: 15/03/2019 08:02

A Novedge publicou o vídeo do Webinar que promoveram sobre engenharia reversa com o Rhino e o Plug-in Mesh2Surface, que permite converter em Surface para manufatura qualquer Mesh escaneado, esculpido ou modelado.
Andre, boa noite,

Se é que podemos ter uma noite boa, depois dos atos de traição ao Brasil cometidos pelas duas pocilgas que compõe o Congresso Nacional? Na boa? Acabou o amor. O papo agora é reto. Se eles são tortos...

Cara, acho que foi, até hoje, uma das publicações mais gostosas de se assistir, porque fascina e revolta, ao mesmo tempo. Fascina porque é dos plugins mais geniais que há no Rhino, ao lado do Gafanhoto, porque nos mostra o quanto a superfície é tudo no 3D. Há um conjunto de componente e fatores que geram a superfície ou o mesh, ok? Creio que seja normal as pessoas não darem a devida atenção à superfície; no entanto, ela é tudo. Este vídeo demo do Mesh2Surface mostra isso sem retoques e, também, a diferença "estrutural" - de arquitetura - que há entre estes dois universos da modelagem poligonal e o da modelagem NURBS.

Mas por que a revolta? Pelo simples motivo deste plugin efetuar uma rotina com absoluta precisão e estética como se nada fosse. Ao passo que fazer a mesma tarefa - pois não deixa de ser uma tarefa de retopologia em modelagem poligonal, no entanto despendendo, chorando lágrimas de crocodilos canadenses. Isso existe, Andre? O réptil pode até não existir no Canadá, mas este plugin faz com uma revoltante desenvoltura no Rhino, algo que lhe tomaria um tempo absurdo, por exemplo, no 3ds Max.

Eu sei que o objetivo é absolutamente singular dentro do Rhino, pois se atrela ao que se chama de 3D reverse engineering ou engenharia reversa.

Todavia, como eu já te disse em mensagens, o troço cola, ela faz a curva ou seja o que for em qualquer grau de complexidade, não somente com coerência geométrica, ele é absoluta e indissosiavelmente fiel à "superfície" do objeto. As edges e os vertíces se conjugam com união e harmonia que nos faz ter este sentimento paradoxal de ver e compreender a beleza e a profundidade do Mesh2Surface, mas também uma certa revolta contra o poligonismo, kkkkk.

PARABÉNS PELA BELÍSSIMA PUBLICAÇÃO.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione

Oi Marcelo, tudo bem?

Sobre os vigaristas do congresso e toda a putaria que está ocorrendo, eu também estava ficando preocupado, mas assisti um vídeo explicando uma estratégia que se for verdade será uma jogada de mestre.
Vou enviar o vídeo para você no email.

Sobre o Mesh2Surface, realmente é espetacular, eu não sou da área de CAD e não acompanho estas coisas de perto, então, pode ser ignorância minha, mas eu nunca vi um recurso para fazer retopologia em NURBS igual o Mesh2Surface.

O ponto principal é justamente o que você falou, dele preservar perfeitamente as curvas e a suavidade da superfície mesmo usando de referência um objeto imperfeito criado com polígonos, pois polígonos não são tão perfeitos igual NURBS.
Aqueles mapas de deformação que ele mostra em tempo real na Surface ajudam a preservar a perfeição da superfície e desrespeitar os erros e imperfeições dos polígonos quando for necessário.

O problema é que isso facilita muito a pirataria na engenharia, pois como a gente estava comentando em outros tópicos, com um celular e o Meshroom qualquer pessoa pode escanear uma peça, fazer a retopologia no Mesh2Surface e mandar tornear numa CNC.

Também tem o lado bom, imagine quebrar uma peça de um carro antigo que não existe mais, é só fotografar, fazer a retopologia e mandar tornear.

É uma ferramenta maravilhosa.

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, boa noite,

Cara, interessante, você parece pensar ao contrário, embora escreve de cima para baixo; curioso isso, rs.

No final, você encerra o papo, exemplificando uma função utilíssima do Mesh2Surface. Uma peça, objeto mecânico estragado ou seriamente danificado, pode ser reconstruído e trazer à vida grande coisas em obras de restauração, por exemplo.

Assim como você, eu desconheço algo semelhante ou mesmo superior a este plugin; nunca vi coisa igual e tão radical em sua ação plástica e "conform" à superfície como o trabalho do Mesh2Surface, Andre. Por isso que disse que me deu até revolta, ver ele funcionando como um sonho de modeladores.

Andre, não conheço o processo de retopologia no ZBrush, mas creio que é semelhante ao dos programas poligonais, certo?

Quanto ao vídeo citado, não me lembro de ter recebeido, ainda.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione

P.S.: O Mesh2Surface teria grande aplicabilidade em reconstruções nas áreas de arqueologia, paleontologia forenses, por exemplo. Contúdo, não sei como adaptar o NURB a tudo isso. Aguardo sua observação a respeito.
Oi Marcelo, tudo bem?

Me explica melhor esse lance de pensar ao contrário, pois você não é a primeira pessoa que fala isso e eu não entendo o que está ao contrário!!! rsrsrsrsrs
Uma vez um cara me disse brincando num chat de game que as vezes eu escrevia igual o Yoda. rsrsrsrsrs

Sobre o Mesh2Surface, as utilidades são imensas mesmo, desde o trabalho com jóias para modelar um rosto no Z-Brush, importar no Rhino, converter em Surface e manufaturar num ornamento qualquer até o roubo do design de peças complexas como de um foguete ou arma usando apenas um celular, o mundo está cada dia mais perigoso!
A tecnologia avança num nível que ferramentas para fazer coisas banais podem destruir o planeta nas mãos erradas, não é incrível?

Sobre a retopologia no Z-Brush, não sou especialista nele, mas que eu saiba é praticamente igual a todos os programas poligonais sim.

Sobre o vídeo que comentei, mil desculpas por não ter enviado, pois agora não vou encontrar nunca mais.
Mas era de um cara falando aquele lance que comentei com você no email, de ser bom o Presidente ter apoiado o Rodrigo Maia para a presidência da Câmara, pois se os pacotes não forem aprovados a culpa é dele, já que desta vez o Presidente não comanda as votações comprando os deputados.

Sobre o lance de reconstrução de objetos arqueológicos e tal, eu já vi vários objetos de museus que são escaneados por fotogrametria com Softs igual o Meshroom que te indiquei, dai eles mantém em polígonos mesmo com diversas densidades, então, você pode ver com boa qualidade em Low Poly através do SketchFab pela internet, mas eles possuem o arquivo original com milhões de polígonos e podem imprimir também que ficará perfeito.

Apenas coisas mecânicas esculpidas ou torneadas em CNC que precisam ser feitas em NURBS, pois imagine a peça de um motor, um pouco de desvio funde o negócio, mas uma peça arqueológica não exige dessa precisão toda e normalmente é impressa em impressoras 3D em vez de CNC.

Entra no Stetckfab do Geoffrey Marchal e veja em 3D os objetos históricos escaneados por ele através de fotogrametria.
Fica neste link: https://sketchfab.com/geoffreymarchal

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, boa noite,

Simples. O que vou dizer - acho - é uma incongruência matemática, mas é como se você fizesse uma explicação ou qualquer esclarecimento através de um método "indutivo", só que ao contrário. Não é ilógico? Uma verdadeira ofensa a Bertrand Russell (1872-1970), hahahahahaha. No entanto é exatamente isso que você faz. É como pensar corretamente, só que partindo do final ou explicar a equação, a partir do resultado. Eu não consigo fazer isso de jeito algum, kkkkk.

Andre, fiquei impressionado com o link que você enviou, sobre fotogrametria, cara. Geoffrey Marchal? Nossa, o cara é monstro, Andre, monstro gigante. Depois, vou lhe falar de uma outra técnica fotográfica que vi num documentário sobre o Império Maia.

Foi exatamente isso que disse numa das recentes publicações que fiz no Futuro do Futuro, Andre. Progressos avassaladores como estamos vivenciandos, pede um peso de moralidade e ética enormes. E não pode existir, psicologicamente falando, você se confrontar e saber resolver desafios de ordem moral, porque isso implica num despendio desgastante de energia moral. Isso é um conceito fantástico que há em Psicologia Analítica que o Jung desenvoleu. Vou te enviar o trecho que está no AION - Estudo Sobre o Simbolismo do Si-Mesmo, um dos trabalhos ciclópicos da obra junguiana ou das obras completas dele. Aguarde.

É que já me disseram que a retopologia no ZBrush é mais fluente, mas não tenho base para afirmar. Mas vou me confrontar com isso em breve, Andre.

Quando ao marginalizinho chileno, o "Botafogo", ele corre grande risco de terminar como seu antecessor. Acompanho desde as eleições o canal CRISTALVOZ do Leudo Costa no seu canal no Youtube - que eu te sugiro como uma das mais importantes fontes de mais reflexão que há no jornalismo; tem um estilo próprio. São lives que ele faz diariamente. Ele têm fontes poderosas que eu imagino o que seja ou de quem vem.

Depois, pois quero ver se me informo um pouco mais, te falo sobre a precisão fotográfica que é realizada por esta tecnologia em arqueologia. É IMPRESSIONANTE!
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Eu não consigo perceber isso, mas gostaria muito, pois você não é a primeira pessoa que diz que eu penso e falo ao contrário. rsrsrsrs

Sobre o acervo do Marchal, o melhor de tudo é que vários daqueles objetos estão disponíveis para download gratuito no Cubebrush dele, você acessa por este link: https://cubebrush.co/geoffrey-marchal

Sobre o escaneamento mais poderoso usado em arqueologia, como o escaneamento de construções inteiras e sítios arqueológicos, os caras usam Laser né? Dai é caríssimo.

Sobre o lance da moral junto com os avanços científicos, realmente sinto que isso é importante e que a humanidade não está no nível moral correto em relação ao seu desenvolvimento.
Também sinto que isso já aconteceu outras vezes pelos mesmos motivos e de forma praticamente idêntica ao que está acontecendo hoje e ainda vai acontecer.
Os registros antigos mostram que existiam grandes civilizações fechadas em si mesmas ou em blocos, mas era uma civilização mundial que acabou do dia para a noite quase sem deixar vestígios, apenas os monumentos megalíticos.
Parece que estamos seguindo para o mesmo caminho.

Sobre a retopologia, eu não manjo o suficiente de Z-Brush para poder falar, mas o pouco que conheço me pareceu bem semelhante.
A fluência no trabalho vai muito da prática que o artista tem com a interface do programa para poder navegar e chamar tudo por atalhos conforme a necessidade, é difícil um cara muito bom na mesma coisa nos dois programas para poder comparar bem, pois quando você aprende a fazer uma boa retopologia num deles, não precisa aprender a fazer no outro.

Sobre o Nhonho, eu acho ele um #!@%*# completo, um escroto, um cara totalmente sem noção, se ver pela frente dou-lhe uma cuspida na cara.
Espero mesmo que acabe na cadeia, pois este merece.

Agradeço pela indicação do Leudo Costa, eu conheço ele e já vi alguns vídeos.

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, boa noite,

Nossa, o Marchal é muito Master-Monster, cara. Adorei ver os trabalhos dele.

Quando você faz uma atividade física, não faz uso de força física, se faz força, transpira e se cansa. Do mesmo modo, quando nos confrontamos internamente - com reflexos externos, claro - com situações de cunho moral, fazemos uso de energia moral, igualmente a uma atividade física, só que no campo da Moral. É uma realidade que muitos tem que se confrontar, por alguma razão da existência, em algum momento de sua caminhada.

Acho que não adianta eu comentar, enquanto não lhe mostrar o plano de estudo que tenho. Vou ver se amanhã te envio, a título de orientação, ok?

Quero mais que o "Botafogo" caia para o Complexo Bangu 8, jogar dominó com o Cabralzinho que tá cantando mais do que canário. Tá lindo, kkkkk. Tudo me indica que no momento devido, ministros do STF vão pro saco...
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Eu também adoro o trabalho do Marchal e já usei um arquivo dele num projetinho pessoal no Unreal.
Ele faz tudo aquilo fotografando e gerando o Mesh texturizado através de fotogrametria.

Sobre o que disse da energia moral, adorei muito!!!!!!!!!!!
Sabe que o tempo todo fico pensando na mecânica destas coisas e essa questão da energia moral é ótima para fechar direito alguns aspectos.
Se algum dia conseguir desenvolver aquele Game que te contei, vou ter que adicionar este lance da energia moral.

Sobre o plano de estudo, pode me enviar sim, amanhã vou tentar responder alguns dos emails que estão super atrasados.
Graças a Deus meu ouvido está melhorando e espero adiantar um pouco as coisas no feriado.

Sobre o Nhonho, eu adoro este apelido que deram para ele porque faz o cidadão parecer um completo debilmental. rsrsrsrsrs
Vou adorar ver ele em Bangu 8 e os advogados quadrilheiros pedindo para transferir o cara porque está com medo de morrer. rsrsrsrsrs

Conhece o Sargento Fahur, esse cara é o melhor, procura pelos vídeos dele no Youtube se não conhece.
Eu sou a favor da proposta dele, colocar todos os bandidos no mesmo presídio, sem separação nenhuma e dar uma facão para cada um!!!! rsrsrsrsrsrs

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, boa tarde,

A questão da Energia Moral, jung aborda belamente no início da magnífica obra AION - Estudo Sobre o Simbolismo do Si Mesmo. A partir dali, você vera o conceito em outros inúmeros pontos de sua obra.

Seria uma excelente alternativa de opção, esta de você incluir num game. Cara, acho que eu daria um ótimo consultor de games fora do mainstream. Sua ideia será excelente, Andre!

Não lhe respondi os e-mail e nem enviei a proposta de estudo para sua apreciação e sugestão, porque estes dias não parei em casa, além de ter fica bastante desistimulado, mas já passou; temos que passar por cima destes desafios e supera-los. Aguarde.

Queria muito ver esta pulga, este inseto desprezível preso como o Cunha, porque não há diferença alguma entre ambos. Como te disse, estou sem energia alguma para estes temas. Estraho, né?

Não conheço este humanista. Ele é oriundo do Rio Branco, pois certamente deve ser diplomata - e dos bons! Sargente Fahur? Deve ser poeta é claro.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione

Faça o login para poder comentar

Usuários conectados

Total de mensagens publicadas pelos membros da comunidade: 677399.

Total de membros registrados: 114594

Últimos membros registrados: lehsantana, edersrosa2, Indiana, keron01, downzeitor, Danielawender, HUGOAA, scheila souza.

Usuário(s) on-line na última hora: 103, sendo 2 membro(s) e 101 visitante(s).

Membro(s) on-line na última hora: gilson antunes, lehsantana.

Legenda: Administrador, Especial, Moderador, Parceiro .

3D1 © Três D1 © 1999-2019. Todos direitos reservados.