Cursos e Bibliotecas Ver Mais

Galeria 3D1 Ver Mais

Fernando Cunha   Porto-Portugal - AC
DanJochims   Goiania-GO - AC
dallest91   Porto Alegre - RS - RS
SaavedraCG   Salvador - BA - AC
Jomar Machado   Rio de Janeiro - RJ

Portfólios Ver Mais

Osvaldo   São Paulo - Brasil - AC
lord3ddesigner   Goiânia - AC

Webinar sobre padrões no Grasshopper

A Novedge publicou o vídeo do Webinar que promoveram sobre a criação de padrões complexos através do Grasshopper no Rhino, onde mostram como produzir diversos tipos de padrões usados em design de produtos e arquitetura.

Ver notícia

Por: Adminin  

Em: 19/03/2019 11:00

A Novedge publicou o vídeo do Webinar que promoveram sobre a criação de padrões complexos através do Grasshopper no Rhino, onde mostram como produzir diversos tipos de padrões usados em design de produtos e arquitetura.
Andre, boa tarde. Embora só tenha dado um pulo no Webinar, gostei de uma parte em que ele diz mais ou menos que não há limite, blá-blá-blá.

A partir disso, Andre, teríamos com "pensar" o Rhino-Grasshopper dentro deste novo universo disruptivo que emerge nestas primeiras décadas do nosso século XXI? Não sei o que estou dizendo ou mesmo propondo, porque é algo que não apreendi corretamente. Mas acho que você vai sentir o que estou tentando dizer, pois, em si, esta dobradinha, embora não seja, digamos assim, propriamente tecnológica, já é uma concepção disruptiva em termos estéticos. Deixa eu pensar melhor. Vou aguardar suas reflexão.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Eu entendo perfeitamente o que está querendo dizer, pois podemos pegar outros dois exemplos para comparar.

Um deles bem simples como a modelagem poligonal, pois quando a pessoa aprende a modelar chega uma hora que ela sabe que pode modelar tudo que quiser, mesmo que nunca tenha modelado aquilo, não tem limites.

Outro exemplo mais próximo do Grasshopper, quando a pessoa aprende a programar no Unreal ou Unity ela sabe que pode fazer tudo que imaginar, os únicos limites são a imaginação e o tempo disponível para aplicar naquilo.

O Grasshopper é igual e o cara não mentiu quando falou que não tem limites, pois ele trabalha com regras de programação como o Unity ou o Unreal, ou seja, você pode criar regras altamente complexas para formar objetos absurdamente intrincados, tudo depende da imaginação e do tempo que pode gastar no negócio.

OBS: Você viu ele falando que alguns padrões que parecem complexos são fáceis de fazer e outros que parecem simples são super complicados de elaborar?

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, boa noite,

Legal você ter chamado à atenção para este trecho, porque é verdadeiro, sim. Sabe os gorgonóides? O cara olha um super complexo e acha que é o fim do mundo, uma besta de sete cabeças, no entanto são os mais fáceis. Acredito, portanto, no que ele diz. Mas vamos considerar que o Mestre do Webinar tem uma vastíssima experiênia, embora ele tenha feito esta observação muito legal e de grande importância para quem está iniciando. O cara foi muito humilde em falar isso. Poderia muito bem dizer o contrário, e que tudo é complexo e que você vai demorar, no mínimo, quatro encarnaçãos para ficar com um nível razoável no Grasshopper. Ele mostrou que não é bem isso, Andre.

Acho que em qualquer programa, quem vai determinar os limites do software é o próprio artista. Tenho uns tutoriais de gorgonóides de um cara muito fera. Ela fez todos eles, através de um programa medonho e antigo. Ela não faz mais atualizações. O nome da fera é David Brinnen e ele usa um tal de Wing 3D. Como disse, o programa é medonho. Mas vai aí a pergunta que serve para o Grasshopper, também? Quem determina o nível de qualidade do trabalho, estudo ou obra em 3D, o software ou o artista?

A cada dia que passa, fico mais e mais abismado com as criações e modelagens radicais no Rhino-Grasshopper, Andre.

O Gafanhoto veio para devorar o sedentarismo de uma estética estática.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Andre, boa noite,

Olha só que coisa mais linda, maravilhosa as concepções criadas pela DesignMorphine. Não é disruptivo, tanto quanto a tecnologia? É Metropolis! O Gafanhoto é de relacionar sexualmente, Andre, hahahahahaha.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Você achou que o apresentador do Webinar era o seu antigo professor de Rhino, que qualquer esfera ele chamava de complexo? rsrsrsrsrs

O problema de fazer apresentações de sistemas de programação por Nodes é que fica impossível criar alguma coisa legal em pouco tempo.
O negócio é feito para trabalhar de forma modular, então, tem que construir todos os módulos e quando junta tudo a mágica acontece imediatamente, porém, enquanto está construindo não tem nada muito visual para mostrar.
Por isso gostei de como ele fez, mostrando imagens de padrões prontos e explicando procedimentos mais simples de como inciar certos padrões.

Sobre quem determina a qualidade do trabalho, eu acho que é um misto entre Soft e artista, porque um cara realmente bom num Soft tira leite de pedra, mas imagine o que este cara não faria num Soft melhor, até mesmo pela questão do tempo, a tecnologia ajuda muito a diminuir o tempo para fazer as coisas e dai pode refinar melhor.

Você viu o programa apresentado pela Nvidia na GDC baseado numa nova tecnologia gráfica com AI chamada GAN?

Você faz uns traços e ele gera uma imagem realista, coisa que compondo manualmente levaria um bom tempo no Photoshop.
A próxima coisa que a AI vai matar é o Matte Paint.

O vídeo está nesta página: https://3d1.com.br/noticia/68577

Eu acho que este tipo de coisa mostra como um Soft mais avançado também ajuda muito, no mínimo dando mais tempo para refinar o máximo possível.

Mas de que adianta colocar um programa maravilhoso e inteligente na mão de um completo imbecil, não vai sair nada decente, aposto que a primeira coisa que um petista tentaria desenhar no GauGAN da Nvidia seria um cigarro de maconha.

Tem que haver um misto dos dois para não virar um trabalho hecúleo e a criatividade do artista poder aflorar.

Eu já tinha visto muita modelagem maravilhosa quando o Z-Brush nasceu, mas ele permitiu um salto de qualidade imediatamente e começou a aparecer modelagens absurdamente detalhadas e intrincadas que ninguém tentaria fazer com o método comum porque levaria anos.
Então, por estas coisas eu acho que o programa faz muita diferença, mas tem que estar na mão de alguém experiente nele para fluir todo o poder.

OBS: Muito bonitas as imagens que postou e obrigado pelo link do face deles, depois vou dar uma olhada melhor nas imagens que tem lá, são todas muito boas.

Abração e tudo de bom.

Andrém Vieira
Andre, boa noite,

Seu entendimento e resposta foi muito mais abrangente, aberto. Minha compreensão, embora com motivos, foi fechada, bastante limitada. Você ampliou a relação software x artista, sem retirar o meu ponto vista. Fazendo melhor, incluiu outras variáveis, inclusive a mais importante: um ótimo programa pode despertar o potencial artístico latente no indivíduo.

Andre fiquei profundamente impressionado com este programa da NVIDIA, o GauGAN. Sabe no que eu viajei? Já vi documentários a respeito, mas há tempos. Como ou quantas andam AI e aplicações semelhantes na arqueologia, precisamente em registros de papiros ou mídias da época? Logicamente, AI unida a re-learning. Não vi nada a respeito, mas certamente deve ter evoluido bastante, Andre. Logo que pescar algo, lhe passo.

Estou me referindo a reconstrução de escritas, manuscritos, etc.

Acho que você foi muito soft. Se um psolita do PT pegar um programa deste, ele fará, no máximo, um cachimbo para fumar cocaína, kkkkk.

Andre, estas são algumas imagens de trabalhos, todos realizados com a exitosa dupla Rhino-Grasshopper.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

O melhor de conversar com você é que eu escrevo um monte para conseguir explicar alguma coisa e você vem com uma frase que exemplifica tudo perfeitamente.
O seu poder de sítese é ótimo!
Nada define melhor o que eu tentei explicar do que a sua frase: "um ótimo programa pode despertar o potencial artístico latente no indivíduo".

Sobre o GauGan, eu também achei fantástico ele fazer composição de imagens com esta qualidade a partir de desenhos simples, pois a AI consegue escolher e posicionar as fotos para preservar a perspectiva e tudo mais.
Mas como ele busca imagens na internet para compor, não sei se daria para usar em coisas mais científicas como papiros e tal.

Eu queria poder testar o programa para ver se conseguiria fazer um cachimbo de crack igual você falou. KKKKKKKKKKKKKKK
Rachei de rir pensando na AI tentando compor a imagem, pois eles treinam o algorítimo com milhões de imagens e essa AI teria que ter visto muitas imagens de cachimbo de crack para conseguir reconhecer. rsrsrsrsrsrsrs

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, boa noite,

Muito obrigado, acho que às vezes dou sorte, só isso, Deus dá moral, essa é a verdade. Mas se tem uma coisa que adoro é fazer, criar leads e subleads, sabia? Aliás, falanÙ niçU - como diria a grande Maestrina JihadNews -, tenho um já pronto, dedicado integralmente ao STF; logo, um pôster, hahahahahahaha.

Quanto a papiros e escritos antigos, me refiro até a coisas mais avançadas. Deve ter algo neste sentido, sim!, Andre, porque já, como disse, há alguns anos algo a respeito. E bota algoritimo e AI para ajudar nesta tarefa hercúlea, cara.

Como te disse, o mestre instrutor deste webinar merece sempre a menção de ser um professor humilde que joga o aluno ou interessado pra cima. O cara é fera? Sim, claro que é! Mas não é um babaca sentado em cima do ovo. Isso é admirável nos dias de hoje, Andre. Você, sem sombra de dúvidas, um destes raros e louváveis exemplos.

Quanto a fazer ou refazer ou criar um cachimbo pra maconheiro psolita do PT, tanto faz, porque o filho de prostituta nem tá aí pra semên algum; o que realmente importa é que a erva do capeta esteja sendo incinerada nele. Se for o esgotamente sanitário dele, o infeliz não sentira a mínima diferença. Detesto estes maconheiros chatos da esquerda, Andre. É um disperdício, sim, mas são uma piada constante, esta raça, hahahahahaha.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Eu acho que essa sua facilidade para criar Leads ajuda a aprimorar o seu poder de síntese.
Legal saber que está preparando um poster para os vagabundos do STF.
Coloque as tags que subiram para eles como O STF é uma vergonha, Me Prendam Também, Amigo do Amigo e por ai vai.

Sobre o cara da palestra, eu também gosto de professores assim, que levantam o aluno.
Estes dias estava pesquisando umas coisas de programação no Unreal e não encontrava uma explicação decente, até que achei um vídeo com o título do que eu procurava mais as palavras Super Easy.
O assunto não era simples, mas o cara fez parecer simples e entendi perfeitamente, pois em vez de complicar igual os outros ele soube mostrar de forma que se tornou simples.
Ter didática é um dom divino, bem por isso que não pode desperdiçar.

Sobre os maconheiros de esquerda, são insuportáveis, acho que é por causa de tanta maconha que todos são uns imbecis contumazes e acabam sempre destruídos em qualquer discussão.
Eu adoro ver debate de esquerdista com alguém que tenha o mínimo de estudo, é muito engaçado!!!

Abração e tudo de bom.

André Vieira

Faça o login para poder comentar

Usuários conectados

Total de mensagens publicadas pelos membros da comunidade: 676818.

Total de membros registrados: 114121

Últimos membros registrados: renan duppre, jefersonxb, crazzy, sarah122, sslima, Alessandra, tsilvathiago, ReginaldoRS.

Usuário(s) on-line na última hora: 447, sendo 5 membro(s) e 442 visitante(s).

Membro(s) on-line na última hora: Bárbara, Marcelo Baglione, equinonez, nildoe, MFZanela.

Legenda: Administrador, Especial, Moderador, Parceiro .

3D1 © Três D1 © 1999-2019. Todos direitos reservados.