Cursos e Bibliotecas Ver Mais

Galeria 3D1 Ver Mais

Ismael de jesus   Florianópolis - SC
bender   Lajeado-RS - RS
Jomar Machado   Rio de Janeiro - RJ
Gaona   Brasil - AC
dnmorato   Brasília - DF

Portfólios Ver Mais

biano   campinas
cheida   vila velha
Jaobrother   Santa Catarina
Toninho Rosa   Campinas - SP

Animação de personagens vai acabar

As técnicas de AI para treinamento de personagens que podem ser controlados livremente em tempo real vão acabar com a animação de personagens, pelo menos em Games e o DeepMotion é o primeiro serviço deste tipo.

Ver notícia

Por: Adminin  

Em: 09/08/2018 08:09

As técnicas de AI para treinamento de personagens que podem ser controlados livremente em tempo real vão acabar com a animação de personagens, pelo menos em Games e o DeepMotion é o primeiro serviço deste tipo.
Excelente, mas certamente amanhã comente, pois estou super, super cansado agora. No entanto, acho que está dentro do escopo do que estamos acompanhando, já de um tópico que você lançou há pouquíssimo tempo e que me levou a abrir o tópico Futuro do Futuro. Abração fraterno, Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Quando eu vi essa notícia lembrei justamente do que a gente conversou naquele tópico mais antigo, pois lá foi o anúncio da tecnologia e agora já é o lançamento comercial da tecnologia, não demorou muito tempo!

Agora qualquer um que puder pagar é só importar o personagem para passar pelo treinamento e pegar ele pronto para executar as tarefas que aprendeu, sem ter que animar nada.

Pode ser um guarda de patrulha que atira em quem aparecer, dai é só colocar ele no local onde deve patrulhar, pode ser o personagem controlado pelo jogador, que vai executar os movimentos de acordo com os comandos dele, mas sem "chamar" animações como é hoje, ele simplesmente anda, corre, pula e abaixa porque aprendeu a fazer isso e o comando do teclado manda ele fazer o que aprendeu.

Levando em conta que as Engines estão começando a ser usadas em produção de vídeo, animações e até cinema, vai chegar o dia que a animação de personagens vai acabar também para estas áreas.

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Me lembrou bastante aquela sua postagem de impressão 3D em países de povo eleito, lembra? Você faz a solicitação e pra indignação nossa, é enviado o modelo ou trabalho impresso pelo correio. Vamos mudar de assunto!

Muito semelhante, sim. Será que chegaremos ao ponto em que uma empresa vai se especialializar em atender demandas de animação de clientes? Achei a animação fabulosa, até porque pega os efeitos de curva que são gerados nas mãos do jogador. Claro que ainda faltam muitas coisas, tais como os movimentos e aparecimento (ou não) de pontos axiais do esqueleto na pela, bem como de o de movimento de fibras musculares. Mas do jeito em que a carroça vai, onde a IA já entra numa trip de aprender com erros e acertos, chegar-se-á o tempo em que os detalhes e micro detalhes ingressarão no aperfeiçoamento não só da IA, mas prinicpalmente da engenharia e construção robótica, pois ambas já estão geminadas ou consubstanciadas nesta evolução progressiva.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione

P.S.: E lá fui eu pesquisar a conjugação pronominal do verbo chegar! Kkkkkk.
Oi Marcelo, tudo bem?

A comparação com o serviço de impressão 3D é perfeita, com a diferença que este serviço permite você baixar on-line sem depender da empresa mais vagabunda e incapaz do mundo, os Correios do Brasil!

Porém, isso não vai ajudar muito por aqui, pois ninguém paga bem por animação de personagem, quase nem tem mercado para isso, apenas em Games e o Brasil não possui grandes empresas de Games, tem uma ou outra mediana que poderão usar o serviço.
Mas é bom divulgar para o pessoal que pensa em estudar animação de personagens não perder o seu tempo, é uma coisa completamente sem futuro.

Estas empresas que estão surgindo não precisam atender a demanda de animações, elas simplesmente pegam o personagem, aplicam AI e colocam ele num ambiente virtual para a AI aprender a fazer o que o cliente pediu.
Depois, entregam o personagem com a AI treinada para o cliente, que não precisa animar nada, só precisa mandar o personagem fazer o que ele foi treinado, a animação será feita pela AI.

Se a empresa fosse fazer o serviço de animação, para cada novo movimento ou situação teria que criar uma animação, mas este recurso com AI acaba com isso, pois o personagem vai reagir naturalmente ao cenário 3D fazendo o que foi treinado para fazer, por exemplo, se jogar uma pedra em cima dele e ele cair no chão, vai se levantar sozinho e continuar fazendo o que foi treinado para fazer, igual um robô.

Aqueles personagens de basquete foram treinados para jogar basquete, então, se mandar bater a bola no chão variando com uma mão e a outra ou passar a bola entre as pernas, eles vão fazer porque já aprenderam.

Os detalhes finos que comentou depende do Rig do personagem, que para Game não dá para ser tão complexo como é possível nos programas 3D tipo DCC, mas como você mesmo disse, é uma questão de tempo.

Abração e tudo de bom.

André Vieira
Andre, nem vou me estender muito pelo assunto. Estou esperando há tempos, amanhã farão 45 dias que estou esperando um livro do Rudhyar daqueles que já estão entrando na lista de raridades. Isso sem falar que depois solicitei uma que já está fora de catálogo. Acabei de escrever para a mulher lá dos EUA, expressando a minha preocupação, não a idoneidade dela e da empresa, pois ela se colocou em interia disposição para solucionar, caso não chegase neste prazo máximo. Pra você ter uma ideia, o segundo livro é tão raro que só há cópia para ler; a digitalização foi feita na china, com a capa original e o texto é criptografado.

Como estamos recebendo muitas informações sobre VR e AI, mais ainda agora com a nova tecnologia da NVIDIA e sua séria de placas RTX, vou encontrar um jeito de levar estas informações para o Futuro do Futuro em breve. Além da animação que vai ser sobre dinamizada com todos estes avanços, Andre.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Nossa cara, eu tinha escrito esta resposta na semana passada junto com as outras e esqueci de postar, então, estou postando junto com as respostas de hoje, desculpe.

Aposto o quanto você quiser que o seu livro está barrado em algum posto da alfândega em Curitiba, que é onde passam todas as encomendas vindas do exterior, meu sobrindo também está esperando coisas faz meses.
Os Correios do Brasil deveriam ser fechados, nem privatizar, fechar de vez e abrir o mercado para empresas decentes, porque aquilo lá não tem mais jeito.

Sobre VR e AI, é a moda do momento e acredito que será por vários anos ainda.
Quem quiser entrar o momento é agora, pois os pioneiros sempre levam vantagem.

Na notícia que postei sobre as palestras da Siggraph 2018 tem até um curso rápido sobre Neural Network.

Abração e tudo de bom.

André Vieira
O importante e movimentar a informação. O conteúdo do Siggraph 2018 é absurdo; é muita coisa, mas é ali que está o nascimento - possível - do futuro, por isso que você diz corretamente que este é o momento para embarcar na onda que carrega VR e AI. 

Quanto ao livro, ainda não recebi nada. Quando chegar, vou postar aqui comentando a festa. Cara, o livro NÃO EXISTE MAIS! Olhei e levei. Agora tem que aguardar, mesmo.

Não podemos esquecer do promissor... Alchemyst que ainda é um projeto, mas pelo jeito chegará arrebentando, em especial para os profissionais, como você, que já dominam o Substance Designer e já estão muitos passos a frente para embarcar nele, também.
Abração fraterno,

Marcelo Baglione
Oi Marcelo, tudo bem?

Essa época que acontece a Siggraph é a mais legal do ano, pois as grandes novidades sobre computação gráfica são apresentadas e chovem notícias boas, depois dá até uma ressaca e fica um tempo sem boas notícias, porque todo mundo guarda as melhores para apresentar na Siggraph.

Este ano foi o ano da Nvidia com as RTX, pois eram as estrelas do evento e estavam em quase todos os estandes, mas também foi o ano do VR/AR/MR com muitas empresas apresentando suporte para estas tecnologias.

Sobre o Alchemist, a Allegorithmic parece que correu para poder apresentar um demo funcional dele na Siggraph deste ano, o apresentador até brincou falando que era um protótipo e se movimentasse o mouse devagar não daria problema. rsrsrsrs
Então, imagino que ainda estão longe do lançamento, mas não vejo a hora de testar este programa!!!

Sobre o livro que está esperando os incapazes dos Correios entregar, vi uma notícia ontem e lembrei de você na mesma hora, agora os vagabundos dos Correios vão cobrar 15 reais de qualquer encomenda internacional para entregar, é o fim da picada!!!!

Abração e tudo de bom.

André Vieira

Faça o login para poder comentar

Usuários conectados

Total de mensagens publicadas pelos membros da comunidade: 672574.

Total de membros registrados: 111086

Últimos membros registrados: Jeziel, Eng. Vinicius, Jorge, gnton, guilhermess, matos_marina, abarchaki, CMonteiro2018.

Usuário(s) on-line na última hora: 292, sendo 5 membro(s) e 287 visitante(s).

Membro(s) on-line na última hora: Jeziel, Paulo, D2, ckc, Samuel.

Legenda: Administrador, Especial, Moderador, Parceiro .

3D1 © Três D1 © 1999-2018. Todos direitos reservados.